sábado, 30 de maio de 2009

Conto e reconto

video

Hoje, são poucas as pessoas que contam histórias para filhos, irmãos, primos e etc... Os pais estão sem tempo para seus filhos, então eles acabam virando reféns da televisão, fazendo com que eles tenham pouca criatividade, não saibam criar o novo... A atividade do conto e reconto é uma experiência única, pois as crianças, enquanto contamos as histórias, imaginam, mergulham em um mundo novo, cheio de mistérios e coisas fantásticas. O melhor de tudo é a hora de ouvir a história, pois a criança conta o que imaginou, até modifica a história, mas não fiquem tristes, pois quando ela modifica a história, isto quer dizer que ela criou, que ela imaginou, esteve presente no conto. É fantástico ouví-los, vamos fazer o mesmo, vamos contar histórias para nossos filhos, vamos mostrar este mundo novo, não deixem eles desprovidos de imaginação... Vamos então... Escolha uma história e conte para ele(a) esta noite antes de dormir... Tenho certeza de que seu filho vai amar ouvir você... Depois me diz como foi a experiência...

quinta-feira, 28 de maio de 2009

É incrível!!!!

video

Essas jovens chinesas apresentam um balé maravilhoso, é uma apresentação fantástica, mas o melhor de tudo é o exemplo que elas deram, pois todas, absolutamente todas, possuem surdez profunda. Elas diziam não poder fazer aquilo, mas foram insentivadas e finalmente conseguiram... É uma apresentação que para qualquer ouvinte seria muito difícil... Imaginem para pessoas surdas!!! Ao assistir a filmagem, foi impossível de eu não me emocionar... Como é possível que alguém que não escute tenha conseguido alcançar tamanha perfeição? foi o que eu pensei... Nossa!!! Só vendo para desfrutar de tamanha maravilha... Isso é a auto-estima da pessoa... Quantos nos desestimulam a fazer algo que realmente temos vontade... e nós, acabamos por deixar de fazer... Este para mim é o maior exemplo que já tive de que realmente se quisermos conseguimos realizar coisas que outros dizem impossível... Assista o vídeo... E perceba o que eu percebi.... É fantático... Depois deixa um comentário dizendo se realmente não tocou você...


domingo, 17 de maio de 2009

O que o preconceito é capaz!

video
Presenciamos esta semana algo que verdadeiramente surpreendeu o mundo! Suzan Boyle subiu ao palco de um programa famoso Inglês para cantar. Quando todos a viram não houve uma só pessoa que não tenha achado graça, pois a mulher de 47 anos, mal arrumada e com uma aparência "distinta", dizia que queria ser como a cantora Elaine Paige. Uma cantora profissional. "Nunca me deram uma chance antes, e espero que isso mude, falou a mulher. Ninguém colocava fé na jovem sra., mas ao começar a cantar... Que espetáculo! Esta mulher é dona de uma das vozes mais bonitas que eu já ouvi. Que maravilha! Todos, inclusive os jurados, aplaudiram-na de pé durante e ao término da canção que esta escolhera. Um dos jurados, surpresos com sua voz, disse-lhe: "Sem dúvida esta é a maoir surpresa que eu tive nestes três anos de show!" e com unanimidade conquistou os votos para seguir no programa.

Esta também é nossa realidade, nós julgamos o livro pela capa, se não nos agrada nem chegamos perto, pois esta situação é para aprendermos que todos tem seu interior. Não importa se a pessoa é feia ou bonita, branco ou negro... o que importa é quem somos, é o nosso caráter. Não julguemos as pessoas antes de conhecê-la, pois podemos ter surpresas como esta durante a vida. A Suzan nos mostrou o quanto é capaz de fazer coisas que ninguém acreditava... E estamos vendo agora... Ela está conquistando seus sonhos... Ao contrário do que diz amúsica que ela cantou "a vida matou o sonho que eu sonhei", a vida e os sonhos dela estão se construindo... O preconceito é a pior arma que a pessoa tem pára fazer mal às outras... E eu não sou a favor de armas e você é?

sábado, 9 de maio de 2009

Meu Monteiro


Digo meu, pois é meu mesmo, mas meu Monteiro não é aquele escritor famoso... Retrato ele aqui como meu, pois é a pessoa que me insentivou a ler, a aprender a gostar de livros, assim como o verdadeiro Monteiro Lobato foi para muitas pessoas...
O meu Monteiro chama-se Núbio, e ele todos os dias me trazia revistinhas... pra ser mais exata, Turma da Mônica do caloroso Maurício de Souza... Mesmo sem eu saber ler ele as trazia para mim... Não tinha um dia que não tivesse em minhas mãos uma nova revistinha, e eu como se soubesse o que queria dizer aquelas letrinhas, inventava histórias "mirabolantes" que muitas vezes não tinha nada haver com a verdadeira história, mas que tinha sentido com os desenhos...
O meu Monteiro me mostrava e se fosse preciso ele as lia para mim... Eu ia correndo para o quarto e quando voltava, me perguntava os detalhes da história e eu contava... Ele ficava me olhando, me ouvindo contar a minha novidade para ele... Ele já sabia a historinha inteira, pois no ônibus enquanto voltava para casa lia-a inteirinha e mesmo sabendo o que já estava lá, ele tinha maior gosto em me ouvir contar novamente para ele...
Eis meu Monteiro, que até hoje ouve minhas histórias, eis meu "Núbio Lobato" que ainda é meu insentivo de leitura... meu espelho... meu Monteiro é meu pai...
Obrigada pai... Obrigada por tudo...
Hoje eu o ensino uma nova lingua que ele ainda não sabe (a LIBRAS) e presta atenção direitinho... Quem sabe um dia eu não possa ser a Monteiro Lobato dele né?

Monteiro Lobato


Enquanto Monteiro Lobato invadia a casa de muitas crianças, de muitos jovens, eu ainda nem sonhava em nascer...

Lobato, aos poucos, foi caminhando... entrando pelas janelas... pelas frestas das casas e depois como em um salto invadiu os lares através das portas da leitura... da imaginação... Através de textos, livros, ele ia conquistando as pessoas... Começando com "A menina do narizinho arrebitado" até diversos outros livros e contos infantis trazendo para nosso convívio o personagem real, fugindo dos contos de fada, ele trouxe os constumes da roça, reavivou nossas lendas...

nosso autor viajou bastante, lutou pelo que achava certo, incluiu em suas estórias elementos que batiam de frente com os ideias, claro isto tudo muito bem disfarçado, como por exemplo na personagem da boneca Emília, que através de seus decretos e dizeres falava e falava o que pensava... na verdade pensamentos de Monteiro... Mas quem ia discutir com uma boneca de pano não é verdade?

Lobato, após muitas perseguições e tristeza pela morte de filhos seus, falceu em junlho de 1948 aos 66 anos de idade, embora seu corpo tenha morrido, Monteiro não morreu, ele está presente em nosso dia-a-dia através de suas hisórias, livros e idéias...

Todo dia é dia das mães!


Minha mãe querida...
Aquela que me apóia...
Que me acompanha...
Que me ajudou a andar... Dar meus primeiros passos...
Minha mãe... Única em todo o mundo...
Todo dia é teu dia, pois todos os dias você me ama mais...
Todos os dias você me põe no colo...
Me dá teu ombro quando estou triste...
Me dá tuas palavras para me confortar...
Me dá teu sorriso para encantar meu dia...
Me dá o conforto do teu abraço...
mãezinha...
Você... você que está presente em cada momento...
Quando rola de meus olhos a lágrima...
Quando brota de meus lábios um sorriso...
Quando fecho a cara... Não quero falar com ninguém...
Mas você consegue com seu jeitinho tirar um sorriso de minha face...
A você mamãe eu agradeço por ser minha mãe...
Dou graças aos céus por te ter pertinho...
Parabéns por mais este dia das mães...
E por todos os dias dos anos...
pois todos os dias são os teus dias...
te amo mamãe...

domingo, 3 de maio de 2009

Realidade social


"Lá vai a criança sapeca
Levando no bolso apenas suas petecas
E olhando as meninas com suas bonecas

Fazendo carinho em seus ursinhos...
E vê, triste, um caminhãozinho...
Sozinho...
Ele, que queria apenas um carinho
Como o do ursinho,
Mas sentia-se como aquele carrinho...
Sozinho...
Ele queria ser como um pião
Que roda, roda e nunca sai do chão..
Brinquedo que todos gostam de brincar
Sem nunca cansar.
Ou, quem sabe, um trenzinho
Cheio de vagões como amiguinhos,
Assim nunca ficaria sozinho...
Ele quer corda suficiente para atravesar o mundo
Em apenas um segundo...
Quem sabe, até, virar massinha...
Para transformar-se em tudo que quizessem,
Assim, não ficaria mais sozinho este pobre menino...
Mas a margem da sociedade ele segue...
Sem rumo... Sem amigos...
Sozinho..."
(Noah Chiavenato)



Esta poesia retrata a vida das crianças que encontram-se em situações inesitadas da vida, crianças que não tem brinquedos, não tem com quem brincar, ela olha encantada as maravilhas da vida e percebe-se só... Percebe que é desprezada pela sociedade, pois ela não é a criança idealizada pela mesma. É a criança maltrapilha, o marginal que muitos não se aproximam por medo de que possa ser roubado, agredido ou pior assassinado, isso por causa das roupas, mas é só uma simples criança sonhando com o que gostaria de ter, sem pensamentos agressivos, somente sonhos que um dia, quem sabe, podem tornar-se realizade.
Esta é a nossa sociedade, muitas crianças são deixadas de lado porque estão fora dos padrões sociais, sendo que elas não tem culpa de terem nascido em um lar desprovido de recursos, quem sabe sem amor, sem companheirismo familiar.
Estas crianças são pessoas, são humanos como nós e não podem ser deixados de lado somente pelo aspecto malfadado, pelo contrário, era aí que a sociedade deveria abrir os braços e recebê-los, lapidá-los, educá-los.
Temos nossas escolas que pecam pela falta de ensino, pelo descomprometimento da formação de pessoas críticas. Era alí que deveria começar a mudança, mas as escolas nos ensinam a ser reféns do capitalismo, refém de uma sociedade trabalhista. Somos educados para servir e não para pensar. somos educados para desprezar quem está abaixo de nós. Esta escola é quem deveria mudar primeiramente, para que assim possa ocorrer a conscientização do povo. Pois como vai haver consciência se as coisas não mudarem.
Como vamos conseguir enxergar o mundo com outros olhos se não olhamos primeiro para nós mesmos?